NOTÍCIAS

Loading...

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Menina de 10 anos é vítima de estupro em São Bento


Um crime de estupro que vitimou uma criança de 10 anos aconteceu no município de São Bento a 300 Km de São Luis. O suspeito de ter violentado a menina D.S seria o seu próprio padrasto identificado como Antonio Marcos Viegas Jardim de 38 anos. O fato aconteceu por volta das 11 horas da noite do último domingo – 08 no povoado Inambuzinho distante cerca de 25 km da sede do município.
Conforme relatos dos parentes da vítima, após sofrer o estupro, a criança começou sangrar e chorar bastante o que chamou a atenção da mãe da menor que estava dormindo na ocasião. Percebendo o estado da filha, ela logo tratou de levá-la a um hospital o que foi prontamente contestado pelo Antonio Marcos, com quem convivia a mais de oito anos. O padrasto da menor argumentava que não havia necessidade de levá-la ao hospital, pois aquilo poderia ser normal. Mesmo assim, a mãe mobilizou os vizinhos e conseguiu conduzir a criança até o hospital da cidade de São Vicente Ferrer. Além de Antonio Marcos o pai legítimo foi junto acompanhando a mãe e filha.
No hospital, o médico plantonista revelou ao pai da menor D.S que a mesma havia sofrido um estupro de sérias proporções. Naquele momento, o pai acionou a polícia que prendeu o principal suspeito do crime, o padrasto da menor ainda no hospital. No dia seguinte Antonio Marcos Viegas Jardim foi transferido para a delegacia de São Bento onde se encontra à disposição do delegado Sindonis Cruz.
Durante as primeiras investigações feitas pela polícia de São Bento, foi comprovado que o acusado tentou eliminar alguns vestígios do crime, lavando a rede, lençol e as vestes da menina. De acordo com informações passadas pelo delegado, na própria bermuda do acusado também continha sangue. O delegado Sindonis descobriu ainda que Antonio Viegas Jardim responde na 4ª Vara Criminal em São Luis a um duplo homicídio praticado no ano de 2003. Ele estaria contemplado com um alvará de soltura, mas já havia sido convocado para um júri no ano de 2009. Ainda não há confirmação da sua participação nesse júri. 

2 comentários:

Anônimo disse...

sobre a questão dos guardas.

Os guardas assim comoa gressivos nas ruas, também são com as mulheres em casa. Todos tem temperamento quente, analfabetos e despreparados.

Anônimo disse...

ISSO É SINAL DA BOA ADMINISTRAÇÃO QUE A NOSSA SÃO BENTO ESTÁ TENDO, BANDIDOS ATRAEM OUTROS, ELES TEM O MAL EXEMPLO DA ADMINISTRAÇÃO.